sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

21 fatos surpreendentes sobre o acidente nuclear de Chernobyl


Só para você ter ideia, a quantidade de material radiativo liberado na explosão de Chernobyl foi pelo menos 100 vezes maior do que o material liberado nas explosões em Hiroshima e Nagasaki, durante o final da Segunda Guerra Mundial. A seguir, confira mais algumas curiosidades sinistras sobre a terrível história de Chernobyl:
1 – O acidente em Chernobyl é o único que atingiu o nível 7 na Escala Internacional de Eventos Nucleares, o que o torna o maior acidente provocado pelo homem em toda a História.
2 – Para conter a situação, cerca de 800 mil pessoas se arriscaram e acabaram se expondo à radiação. Dessas pessoas, 25 mil morreram e 70 mil ficaram com sequelas graves.
3 – Dessas 25 mil pessoas que morreram, 20% cometeram suicídio.
4 – De acordo com o Greenpeace, o acidente acabou provocando a morte por câncer de 93 mil pessoas em todo o mundo.
5 – Muitas pessoas acabaram voltando à região infectada com a intenção de receber benefícios do governo.
6 – Existem planos de usar as regiões ao redor do acidente para atividades que envolvam estudos sobre lixo radiativo e a interferência desse material em áreas naturais.
7 – Estima-se que mais de 5 milhões de pessoas vivem em regiões consideradas contaminadas pelo acidente.
8 – A região acabou se tornando um santuário de vida selvagem, abrigando populações de lobos, veados, castores, águias e diversos outros animais.
9 – Todas as residências renovadas de Chernobyl hoje têm uma placa com o nome de seus proprietários.
10 – Depois do acidente nuclear, a floresta da região deixou de ser verde e se tornou avermelhada.
11 – A saúde física e psicológica das pessoas afetadas pelo acidente nuclear é, ainda hoje, o maior problema de saúde pública do mundo.
12 – As mulheres grávidas que estavam na região do acidente foram orientadas a realizarem abortos, para que seus filhos não nascessem com graves problemas de má formação.
13 – Felizmente, o número de mortes provocadas por câncer ou outros problemas de saúde ocasionados pelo acidente foi menor do que o esperado.
14 – A Bielorrússia teve 70% de seu território contaminado devido ao acidente nuclear de Chernobyl.

15 – De acordo com a NRC, a Comissão Reguladora Nuclear dos EUA, 28 dos trabalhadores da usina de Chernobyl morreram nos quatro meses que sucederam o acidente.
16 – Segundo o Greenpeace, pelo menos 60 mil casos de câncer na tireoide tiveram relação com o acidente.
17 – De todo o material radiativo do acidente, 97% continua no local.
18 – Segundo a comissão do Fórum de Chernobyl, espera-se que mais 9 mil pessoas ainda morram de câncer em decorrência da exposição radiativa.
19 – Duzentas toneladas de material radiativo estão em Chernobyl ainda.
20 – O último reator de Chernobyl foi desligado há apenas 14 anos.
21 – Especialistas afirmam que a região vai levar pelo menos mais 100 anos até ser considerada livre de poluição radiativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial